A maneira correta de escolher um novo carregador de notebook é um assunto que gera dúvidas em muitos usuários. Seja por uma pane no acessório original ou simplesmente por esquecimento, um dia todos terão que emprestar ou adquirir um novo para carregar sua bateria.

A questão principal é que cada modelo de notebook possui uma especificação diferente e temos que nos atentar a todos os detalhes, pois, se algo correr errado, as consequências podem não ser boas para o aparelho.

Este guia vai tirar todas as suas dúvidas e mostrar que o assunto não é tão complicado assim e, por fim, você poderá substituir sua fonte de energia com segurança.

Entenda as especificações do carregador de notebook

O primeiro passo para uma substituição de sucesso é entender o que significa cada informação das especificações técnicas do carregador. Elas podem ser encontradas no manual do usuário, na parte traseira do notebook ou até na fonte antiga.

Se não tiver nenhum dos itens em mãos no ato da compra, não se preocupe, com uma pesquisa simples no site do fabricante é possível encontrar todos os dados. Agora, entenda mais sobre cada um deles:

Corrente

Popularmente conhecida como amperagem, corrente é a quantidade de partículas ordenadas e carregadas de energia, responsáveis por fazer os aparelhos elétricos funcionarem. A unidade de medida desse fluxo é denominada Ampere. Por esse motivo foi criado o termo amperagem.

Tensão

É a força necessária para “empurrar” a corrente elétrica e alimentar um aparelho elétrico ou eletrônico. Atualmente, a maioria dos notebooks do mercado possuem tensão de entrada de 19 ou 19.5 Volts, os bastante próximo a isso. Aparelhos especiais, como ultrabooks ou macbooks, usam carregadores com tensões um pouco diferentes, como por exemplo 14.5 Volts e 20.5 Volts.

Potência

Multiplicando a corrente pela tensão encontramos a potência, que é o consumo real de energia de um aparelho. Quanto maior a potência, mais energia é consumida.

Descubra como escolher um carregador de notebook

O primeiro cuidado no momento da compra de uma fonte de alimentação é a escolha do modelo que tenha o pino de conexão com o notebook exatamente especificado para seu aparelho, de forma que o encaixe seja preciso e não danifique a entrada do aparelho.

O segundo passo é checar a voltagem e a corrente — que juntas formam a potência. A voltagem deve ser a mesma do note e a potência nunca deve ser menor que a indicada nas descrições técnicas do notebook, porém, pode ser mais alta.

Uma corrente mais baixa pode interferir no funcionamento normal — caso ele funcione — do equipamento, pois a bateria ficará mais tempo necessitando de carga e isso vai fazer com que ele trabalhe fora das capacidades mínimas exigidas pelo fabricante, comprometendo sua vida útil.

Resumindo, é possível substituir o carregador de notebook sem problema algum, desde que você cuide para adquirir o produto com o pino de conexão exato para seu notebook e selecione as especificações corretas de corrente, tensão e potência. Só não se esqueça de comprar em uma loja especializada no assunto. Combinado?

Esta é apenas uma das várias dicas em nosso site. Assinando nossa newsletter, você receberá diversos conteúdos exclusivos que, certamente, farão a diferença em seu dia a dia!