Nos primórdios da computação, essas máquinas eram utilizadas apenas por pesquisadores. Com o tempo, foram inseridas no contexto dos negócios e hoje em todas as casas há pelo menos um notebook ou computador. Mas existe diferença entre uma máquina comum e um notebook empresarial?

Poucas pessoas se atentam a isso, porém, as configurações necessárias para um computador portátil são realmente diferentes das encontradas nas máquinas pessoais.

Para ajudar você a diferenciar um notebook empresarial dos pessoais, montamos este post. Confira as principais diferenças e configurações de uma máquina corporativa!

Diferença entre notebook empresarial e doméstico

Em um primeiro momento, pode ser difícil imaginar que uma máquina para uso empresarial tenha uma grande diferença em relação às maquinas de uso pessoal, não é? Mas, é simples entender o que as diferencia. No notebook da sua casa, esperar 10 segundos a mais para abrir um determinado documento não é uma perda de tempo tão grande, além de que você não precisa abrir muitos arquivos ao mesmo tempo.

Já em uma empresa, podem haver dezenas de funcionários trabalhando em centenas de documentos, isso em um pequeno negócio. Grandes companhias podem manter um fluxo de informação muito maior. Logo, os 10 segundos podem se transformar em horas perdidas rapidamente.

Para que serve um computador corporativo

O computador corporativo é uma máquina desenvolvida para melhorar a experiência do usuário no escritório, contando com mais potência e configurações diferenciadas para atender a todas as demandas.

No caso dos desktops, a máquina pode ser adquirida com uma determinada configuração e, depois de algum tempo, suas peças podem ser trocadas, realizando um upgrade.

Já para os notebooks empresarias, o jogo muda. São poucas as atualizações de hardware que podem ser feitas nessas máquinas. Por isso, há a importância de escolher muito bem na hora da compra e deve-se levar as configurações em consideração.

Configurações de um notebook para empresas

Como o mercado de notebooks é relativamente novo em relação ao de computadores, os principais fabricantes tiveram algumas dificuldades em diferenciar as suas linhas para empresas e para uso pessoal.

A maioria deles criaram nomes para cada uma delas. Por exemplo, a Dell mantém sob a alcunha de “Latitude” as suas máquinas corporativas, enquanto as máquinas pessoais atendem por “XPS” e “Inspiron”. Antes de realizar uma compra, lembre-se de verificar se a máquina pertence a uma linha corporativa.

Entre os itens que devem ser observados e que são de extrema importância para esse tipo de notebook empresarial, estão:

Tamanho

Máquinas pequenas demais podem auxiliar na locomoção dos profissionais, mas também podem dificultar a visualização de informações na tela. O ideal é escolher pelos modelos intermediários, com 14 ou 15 polegadas.

Portas e conexões

Para um notebook empresarial, é de suma importância a conectividade da máquina, para que haja a possibilidade de fazer entrada de dados de diversas formas. É preciso, no mínimo, uma entrada HDMI e duas USB.

Bateria

A opção por um notebook, ao invés de desktop, é bastante válida devido à dinamicidade da primeira. Contudo, não é possível utilizar a máquina por muito tempo em locomoção, caso a bateria não seja durável. Por isso, certifique-se da durabilidade da bateria antes de comprar um notebook para sua empresa.

Processador, memória RAM e armazenamento

Essa é a tríplice coroa da computação e exige atenção na hora de adquirir um notebook empresarial. Verifique o modelo de processador e a memória RAM oferecida pela máquina. Esses aspectos determinarão a sua velocidade e capacidade de trabalho. O armazenamento dirá o quanto de dados o notebook poderá guardar.

Caso você já tenha um notebook empresarial mas quer melhorar o seu desempenho, você pode adicionar um SSD. Saiba como ele funciona: 

Essas são as informações que você precisa saber para diferenciar um notebook empresarial de uma máquina pessoal, além de entender alguns dos principais pontos que devem ser considerados na hora de escolher um notebook.

Gostou do conteúdo? Você sabia que existem carregadores portáteis para que o seu notebook não deixe você na mão no meio de um trabalho? Leia agora este post e entenda!