Com a modernização constante e o uso contínuo de computadores, mais comum e útil se torna o conhecimento e importância das peças que os compõem. Placa-mãe, placa de vídeo, memória RAM, memória SSD etc. Algum desses nomes deve ter soado familiar para você, não é?

Apesar da quantidade cada vez maior de usuários de notebook, conforme pesquisa realizada pelo IDC Brasil, poucos se informam sobre o funcionamento de suas máquinas. E um dos pontos mais importantes são os componentes da bateria. Quer saber mais sobre o assunto? Confira este texto!

Quais são os componentes das baterias de notebook?

Atualmente, a bateria usada prioritariamente pelos notebooks é a de íon de lítio. Ela tem composição e funcionamento mais complexos e apresenta, de forma resumida, os componentes listados abaixo.

Células de bateria

São os componentes principais e que se assemelham às pilhas recarregáveis. Uma bateria apresenta uma quantidade entre 4 e 12 de células de lítio, comumente 6 delas, que realizam o processo de carga e descarga.

Placa controladora

As baterias de lítio apresentam uma placa de circuitos que se comunica com a placa-mãe do notebook. Sua função principal é armazenar informações da bateria, reagir de acordo e comunicar essas informações diretamente com este componente.

Exemplos do funcionamento dessa placa são: interromper a carga da bateria em caso de temperaturas muito altas para não superaquecer o aparelho. Outro é informar ao usuário sobre a carga atual da bateria.

Além disso, na placa controladora (ou “placa lógica”) encontra-se o circuito de proteção. Ela interrompe a alimentação do notebook pela bateria quando atinge 3% da carga, evitando que o chipset queime. O trabalho do circuito de proteção é impedir que a bateria descarregue completamente, protegendo seu funcionamento de maneira duradoura.

Carcaça

A carcaça é o componente mais familiarizado para o usuário comum. Ela guarda e protege os componentes internos da bateria. Geralmente é resistente e bem selada para impedir a entrada de sujeira, algo bem prejudicial aos componentes internos.

Driver

Apesar de não ser um componente físico da bateria, o driver é de vital importância para o seu funcionamento. Ele é o responsável direto pela comunicação da placa controladora com a placa-mãe. Caso apresente algum problema, por mais que esteja diretamente conectado, a bateria não carrega.

Qual a vida útil da bateria?

A vida útil das baterias de notebook é medida em ciclos (número de cargas e descargas completas). O tempo para chegar nesse ponto não pode ser determinado com precisão. As baterias de lítio, que apresentam a melhor durabilidade, costumam durar cerca de 2 anos, a depender do uso, antes de necessitar a troca.

Como posso conservar a minha bateria?

Existem vários cuidados que são comprovados em sua capacidade de estender a vida útil das baterias. Fazer limpezas com frequência usando álcool isopropílico (o comum não pode ser usado) e evitar que ela descarregue por completo são, certamente, as técnicas mais conhecidas. De toda forma, a bateria tem sua vida útil já definida de fábrica e, em algum momento, ela necessitará ser descartada e substituída.

As baterias de níquel-cádmio devem ser descartadas com muito cuidado devido ao alto grau de toxicidade dos materiais. As de níquel-hidreto metálico apresentam bem menos poluentes, mas o descarte adequado em pontos de coleta ainda deve ser feito. As baterias de lítio, além de serem ainda menos poluentes que as outras duas citadas, devem ser descartadas em pontos de coleta especializados.

Agora que você tem essas novas informações sobre os componentes da bateria, já pode entender o que ocorre quando o número de ciclos de uma bateria se esgota, não é? Caso a sua não apresente mais o mesmo desempenho, faça a substituição imediatamente. Em nossa loja você encontrará a bateria ideal para o seu notebook.

Se gostou do post e quer se manter sempre informado sobre nossas novidades, assine nossa newsletter!